quinta-feira, 29 de outubro de 2009

"Para sempre é sempre por um triz"

Por Marlon Vila Nova

Será esse o peso das escolhas que eu fiz?
Não poder abraçar um amigo tão apertado quanto deveria, no mesmo lugar em que ele me abraçou quando era eu que partia?
Quando decidi pegar sozinho uma estrada que meus amigos não pegariam prometi que nada mudaria. Que a distância entre nós seria apenas física. Lembro-me do Alê chorando dizendo que com o tempo eu nem me lembraria mais dele. Que a distância faria com que, pouco a pouco, fôssemos perdendo contato. Eu prometi que isso não aconteceria. Nunca imaginei que minha condição financeira fosse me impossibilitar de cumprir essa promessa.
Hoje toda aquela dor que sentia na semana que saí de lá voltou, com a intensidade e peso do tempo que estou ser ver o rosto de cada um que vi -com lágrimas nos olhos - nos últimos dias antes de vir pra cá.
Vim em busca de um sonho que hoje me questiono se vale a pena realizar sem receber o abraço de quem me apoiou no final.
Amo tanto cada um dos que ficaram que seria capaz de desistir de tudo se fosse esse o desejo deles. Mas, como prova de que a escolha de minha família "de alma" foi certeira, recebo sempre o apoio para continuar.
Sempre achei que fosse muito mais difícil pra mim suportar a distância do que pra eles. Eles ainda se têm uns aos outros. Eu sou só eu desde fevereiro. Aí vieram tantos recados, tantas mensagens... cada um deles com uma empolgação invejável porque eu estava indo. E aquilo me fez lembrar de como eu já fui feliz de uma outra forma um dia. De como meu sorriso se abria inconscientemente quando a campainha de casa tocava ensandecida pela insistência cômica do Zeca. E era sempre uma aventura correr pra abrir a porta imaginando que pose eles - meu trio tão amado - estariam ensaiando lá fora.
O Dinho com a psicologia reversa de dizer que não acreditava que eu iria só pra me provocar a provar que eu iria sim. E o Fábio torcendo do seu jeito calado, mas extremamente carinhoso para que eu estivesse lá.
E eu não fui... de novo...
Amanhã vou estar sozinho enquanto de uma forma ou de outra todos eles estarão juntos em algum lugar que eu estaria... se eu estivesse com eles.
Sei que ganhei novos amigos aqui. E, talvez se não fosse por eles, eu não teria conseguido aguentar até agora. Sei também que são esses que me leem aqui. Não desmereço o amor de vocês. Apenas morro de medo de ter que me afastar de vocês um dia também. Porque não se pode ter tudo e blá, blá, blá... droga!
Só decidi escrever sobre eles, que talvez não me leiam, pra que fique registrada a importância que eles todos têm. Pra fique registrado de onde eu vim, como fui formado e para que saibam onde é minha base.
Aos amigos de lá, só posso continuar prometendo que não desisti ainda. E que um dia estaremos todos juntos de novo, como já estivemos um dia.
Eu prometo!

7 comentários:

Taiguara disse...

até lá... estaremos aqui para dar o suporte pra vc continuar...

railer disse...

infelizmente, marlon, a gente tem que abrir de alguma coisa pra ganhar outra. isso é desde que a gente nasce até quando a gente morre.
mas o importante é você estar sempre se lembrando deles.

por falar em amigos, também sou de fora do rio e poderíamos entrar em contato. mande email pra mim pelo link no topo do blog e trocamos msn.
abraços!

alexandre disse...

Prezado
Parabéns pelo blog!
Abs
Alexandre Taleb
Consultor de Imagem/Personal Stylist
Visite meu blog: http://ataleb.wordpress.com/

DiNhO disse...

Amigo.

Lindas palavras.
Emocionante, só posso dizer isto!
Quem sabe o que a gente já viveu junto, sabe o peso destas palavras.

Mas enfim,
É a VIDA e nem tudo pode ser como queremos.
E sempre estaremos AQUI ESPERAMOS POR VOCÊ.

Brassaum do tamanho do mundo pra ti!
\o/

Cleyton Cabral disse...

Linda homenagem.

Mary disse...

Filho,
Nunca foi só vc. Nunca será. Sei o quanto todos os seus amigos são importante, o quanto todos são fofos e especiais, mas estarei sempre com vc. Seja em SP, em Goiânia ou fora do Brasil. Na torcida para que vc seja muito feliz.
Eu o amo. Mais do que tudo no mundo.
Mamãe

Unknown disse...

Noossa, eu fiquei curiosa pra ver as poses do Zeca qdo vc abria a porta! Kkkkkkkkkkkkk já imaginei a cara dele!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...