domingo, 16 de agosto de 2009

Roda gigante

Por gula

Se agosto é mesmo o mês do azar eu não sei. Sei que definitivamente começou bem ruim para mim. Se comparam a vida com uma roda gigante, a minha com certeza sofreu de queda de energia quando passava pela parte baixa.
De todas as formas que poderiam me ferir, não restam dúvidas de que a que mais me machucou foi ter que lidar com o fim da possibilidade mais próxima que já tive de chegar perto de ser correspondido no amor. Saber que mais uma vez não deu certo me fez culpar-me pelo que talvez seja simplesmente incontrolável. Se fiz algo errado ou não, não me resta avaliar. Eu tenho a consciência de que tudo que foi feito foi com amor e na melhor das intenções.
Agora que tudo se foi, posso confessar sem me rasgar por dentro que fui apenas uma vez, infiel aos meus instintos. Pode o fim ter sido um castigo por ter me permitido desfrutar apenas uma vez de outros lábios no último tempo? De qualquer forma, livro-me de sentir essa culpa, já que não fui o único a desfrutá-la. E que importância tem isso hoje se não conseguiu destruir absolutamente nada do que eu sentia? Aliás, "o que dizia o protocolo dos contos de fadas sobre outros beijos? Do tipo comum, que não quebra feitiços?"
Agora que tudo passou, e parece ter finalmente voltado a energia da minha roda gigante, as perguntas não acabaram. Mas algumas devem mesmo ficar sem respostas. Mesmo que seja só pra continuar com o mistério necessário pra continuar buscando-as.
De algumas maneiras talvez ainda doa bastante. Não posso garantir que acabou e nem o que vai acontecer. Ainda bem. Detesto saber de tudo e as coisas previsíveis me irritam um pouco. Estou disposto a continuar vivendo da melhor forma possível, doa o quanto doer. "Afinal, de quantas maneiras um coração pode ser destroçado e ainda continuar batendo?"

3 comentários:

uma mandriona disse...

Clap clap clap clap ...

(veja a cena) estou de pé no meio de uma platéia, na fileira do meio, te aplaudindo depois de voce ter recitado esse texto!!!

UHUUUUUUUU ....

Depois de quebrar o coração, temos de voltar, quem sabe mais inteiros, mais certos e mais corajosos ...

TE AMO, e admiro, incondicionalmente!

thayze darnieri disse...

... huum, trechos de lua novaa.

railer disse...

rapaz, gostei do que você falou, você fez o melhor que pôde e, enquanto durou, foi muito bom, não foi? agora é seguir adiante, aproveitando tudo de bom que aconteceu para melhorar o que está por vir. o que aconteceu de ruim também serve para a gente aprender, mas a gente aprende e deixa lá atrás, no passado. olhe pra frente agora e sucesso!

gostei do teu blog. vou te seguir!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...